Sendo-Estações



Sou uma voz angustiada no outono
crepúsculo de inverno sem vento
Tento de magia minha em qualquer estação
Sou um choro calado na primavera com poucas flores
e sol mar sereno nesse calor sem fim
coisa qualquer calada
que deságua sóbria dentro de mim.

Guimarães,Hugo


Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Meu Gato BIKE

RETRATO