Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2011

Parte 2- Dele com a vida

Imagem
Achava que a vida era mesmo engraçada, estranha, misteriosa do inicio ao fim,e não se preocupava muito com o que iria acontecer amanha. Tremia o corpo imaginar o daqui a pouco.Aquela festa, aquele encontro,aquela viagem,aquele churrasco,era o que o pulsava nas veias, o ‘logo-logo’, não amanhã,mas ‘o evento’,’A coisa ‘, a confraternização.
Sim, ele gostava de confraternizar,mais do que todos os seus amigos.Festas,rodas de viola,churrascos,almoços,lanches,papo jogado no ar,sim,ele gostava,mais do que tudo,ouvir,estar com os próximos,rir,fazer piadas,cantar,debochar,ironizar.
Para ele a vida era mesmo uma grande ironia,sarcástico ao extremo era difícil,por vezes,saber o que era verdade,o que era de sua invenção, o que era uma direta ou indireta,se falava a um ou se falava a outro. Falava mesmo ao vento, de forma torta e divertida, para que a própria pessoa- a quem ele queria chegar nesse dizer - se desse conta de que aquilo era para ela,e muitas vezes conseguia.
Poetizada,escrevia,não tinha…