Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2014

Era DG mas poderia ser VC

Era DG mas poderia ser VC
Era DG e a Mídia diz que era CV
-Aí pode morrer.
Era DG mas VC não quer saber
Era DG mas logo-logo vamos esquecer
Era DG e erra você.

Era Amarildo
Mas poderia ser seu marido
Era Amarildo mas era favelado.
Era trabalhador, mas estava na hora
e no lugar errado.

Era Cláudia
Mas não teve sorte
"no resgate"
socorrida e arrastada
pendurada até a morte
que desastre.

Eram pobres, negros e favelados
Infeliz coincidência
ou fato consumado?
Não importa
Se não estavam do meu lado.

Era Sidnei dias simão
Policial do BOPE
morreu" por engano"
Negro correndo com arma na mão
Não é boa coisa não.
-Atira tio,esse verme é ladrão.

Eu falo de evolução.

Vocês é que tem que parar com esse papo de que é
"inversão de papel na sociedade que, agora, esta na moda proteger bandido"
que estamos contra a PM, que vivemos 'gravando' nos celulares suas ações e jogando na internet,
que nosso negócio é ficar do lado do menor infrator, do safado, do bandido.

Enfia uma coisa na sua cabeça rapaz:
-NINGUÉM GOSTA DO MARGINAL , MATANDO, ASSALTANDO, ATACANDO "GENTE DE BEM"(isso é relativo,nao gosto desse termo), mas enfim...NINGUEM QUER ISSO.

Todos se chocaram com dos bandidos que roubaram um corsa classic naquele ano, jogaram o menino pra fora e ele ficou pendurado, morrendo de modo assustador.

Todos também ficaram de igual modo chocados com a senhora pendurada,arrastada na viatura da PM.( pena de morte pro primeiro caso e, apenas um acidente no segundo caso??)
estamos falando de seres humanos arrastados em um veiculo.
pele no asfalto.

E do playboy que tocou fogo no mendigo, no índio?--você lembra--?
E também do bandido que t…

Catarse

Dançava colado
corpo no corpo
suor no suor.
Dançava tão grudado
como dois ,
-um só-

Dançava tão rosto
no rosto
à passos colados
coração com coração
naquele peito
-zabumba-
ritmia de baião.

Dançava com tanto sorriso,
tanta sincronia
Cigana
saia rodada,
Tons
em sintonia.

Dançava
em noite de alegria
ate os primeiros
raios
do novo dia.

DE TRÁS PRA FRENTE

Gosto quando te leio
no fim ou no meio
Gosto quando te danço
te cheiro
te tranço.

Gosto dos seus olhos
pra mim ou para o mundo
de tanto te olhar
Gosto do seu gosto
profundo.

Gosto do seu sorriso
gargalhado,
também aquele seu meio de lado
ou a mim direcionado
Gosto do desconcertado.

Gosto desse seu cheiro
de sua indelével fragrância
Gosto desse seu jeito
sua quase despercebida
suave
elegância

Gosto quando te leio
no fim ou no princípio.
Voltar as páginas
da sua poesia
pra te ler
novamente
desde o início.