CrÕnicoA


Ana



Crônico estou,
Crônico de mim,
Só resta minhas crônicas sem fim
Anacrônico “do-eu” mesmo
Faltando pedaço,despedaçado-todo,gasto.
Como uma luz de laser na era das cavernas
Fora de tempo,perdido em sentido
Anacronicamente atemporal e perdido.
Cego em círculos tropeçando em si
Olhando o relógio,choro colado.

Comentários

  1. "como uma luz de laser na era das cavernas" fantástico isso, moço.

    ResponderExcluir
  2. Que destoa do tempo...Fan-Tás-Ti-Co!!!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Meu Gato BIKE

Quando voce pensa que ja te aconteceu de tudo...