RAPEL POETICO



Desperto cedo,as 6 já olho pra janela,ansioso,cadê o sol?
com a vista ainda no embaço,uma preguiça,um antigo cansaço
Um despertar com os braços levantados,esticados,como nos comerciais de tv
um bocejar pro mundo,pra vida,pro vento,pra poesia desse dia

uma oração iniciada em silencio,na janela,e terminada em alta voz
Um arrepio ,energia,conexão de estar vivo,livre,albatroz

O cachorro brincando no quintal,um muro por se construir
Desejos perdidos,mas se procurando no ser,nascer,sobreviver

O olhar de um poeta pra natureza,pro encanto,pelo gosto do vento
Pelo latir gostoso desse bicho,um úbere contentamento

A vontade de conectar a mente que não para de pensar,
o sentimento que vibra no corpo,transcender pro papel
Dizer a alguém, perto ou distante,escalada poética do rapel
Sento,escrevo,escalo,cheguei,esta aí
Poesia viva,sem querer concordar,ser,rimar
é poesia,viver,é observar,olhar,transportar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Meu Gato BIKE

Quando voce pensa que ja te aconteceu de tudo...