--Luando na Janela--



A Lua chicoteia e reluz essa prateada beleza no mar,
Escuro ele recebe calado, tão belo fica as águas desse mar.
A lua conversa com as águas no recanto calmo do lado de cá
A noite é sempre tão bela no verão de acordes a pestanejar.
Como em um quadro pintado em janela me deito a admirar.
No Balneário de sonhos e encanto
Calor,silêncio e o mar.

Comentários

  1. Meio confissão,meio Borges, meio Dali... um cadinho aqui e outro acolá. Um poema estranho, mas por isso mesmo interessante!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Meu Gato BIKE

RETRATO