Palavras,ação e natureza



Rasguei foi aquele verbo estranho que me ligava
Ligação de nome, pessoa, situação.
Rasguei aquele lençol e queimei os antigos papéis
Sentei no chão e na vista do mar,que bela visão.

Andei quieto como uma voz que dava pra dentro
Bem aqui no peito se apertava como choro angustiado
GRITEI
Rasguei o verbo, a palavra, as cartas,as fotos,o boné velho
Toquei fogo em kilos de roupa antiga
Deitei no chão,com violão, fiz cantiga

No quintal abraçado a planta
agradeci aquele vento gostoso a me beijar
Os primeiros pingos d’gua a me lavar.
Tempo virou
Os trovões
A chuva forte
Limpava as ideias,
Apagava a fogueira que já era lenha
E secava,curiosamente, minhas lágrimas
Estranho alívio.
Arrepio
Pio
28-03-2012

Comentários

  1. São essas porradas naturais de que eu falo! Não há trabalho aí! É vômito puro! Nem sei se gosto! Mas vem tanto das entranhas que fico assim...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Meu Gato BIKE

Quando voce pensa que ja te aconteceu de tudo...