Palavras,ação e natureza



Rasguei foi aquele verbo estranho que me ligava
Ligação de nome, pessoa, situação.
Rasguei aquele lençol e queimei os antigos papéis
Sentei no chão e na vista do mar,que bela visão.

Andei quieto como uma voz que dava pra dentro
Bem aqui no peito se apertava como choro angustiado
GRITEI
Rasguei o verbo, a palavra, as cartas,as fotos,o boné velho
Toquei fogo em kilos de roupa antiga
Deitei no chão,com violão, fiz cantiga

No quintal abraçado a planta
agradeci aquele vento gostoso a me beijar
Os primeiros pingos d’gua a me lavar.
Tempo virou
Os trovões
A chuva forte
Limpava as ideias,
Apagava a fogueira que já era lenha
E secava,curiosamente, minhas lágrimas
Estranho alívio.
Arrepio
Pio
28-03-2012

Comentários

  1. São essas porradas naturais de que eu falo! Não há trabalho aí! É vômito puro! Nem sei se gosto! Mas vem tanto das entranhas que fico assim...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Meu Gato BIKE

RETRATO